Ninguém se banha duas vezes na água do mesmo rio.  Heráclito de Éfeso

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém… Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim… E ter paciência para que a vida faça o resto…  William Shakespeare

(textos pelo Antigo Acordo Ort.)

Comentários desativados em

07/08/2011 · 18:42

AS MARÉS

O céu alaranjado prenuncia um anil salpicado de estrelas.

Enquanto os tons terrosos e fogosos ainda brincam e se demoram lá no alto, a maré vai aumentando e trazendo o mar para perto.

Quando aquele anil chegar, bonito, elegante, com um belo adorno prata à um canto, já estarei com água sobre os pés.

O céu se reflete trêmulo no mar.

Quanto a mim, não tremerei de frio, pois eis que mesmo na brisa fresca há calidez.

Se sei quem sou e quem tu és, já não importa.

Importa sentir o ritmo das marés.

Deixe um comentário

Arquivado em Poemas

PRESENTES

Me dei muitos presentes.

Alguns caros demais.

Uns eu nem merecia.

Outros, nem pude pagar.

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Frases soltas, Poemas

Sou uma sonhadora. Ponto. A essa altura da vida não posso achar que isso um dia vá mudar…. All I have to do is dream…rss

Deixe um comentário

Arquivado em Frases soltas, Música

“A piedade é um atributo da mulher, você sabe. Mais do que (…) belas curvas (…) o que um homem deseja é a piedade. E é a piedade o que um homem não pode conceder.”

In: DE BLASI, Marlena. Antonia e suas filhas.

Deixe um comentário

Arquivado em Citações

Não posso namorar porque não estou com as unhas do pé feitas, nem as da mão. Meu cabelo não está escovado. E faz tempo que eu não vou ao salão.

Deixe um comentário

Arquivado em Frases soltas

Cada dia traz um novo aprendizado mesmo. Está tocando Pais e Filhos na rádio. Já ouvi essa música não sei quantas vezes e hoje, pela primeira vez, prestei atenção no instrumental dela. Tem partes de puro blues, uma delícia. Nunca tinha percebido. Façam o teste!

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas, Música

Boy band do coração: Raça Negra. Ô sofrência…rss 😉

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas, Música